Our Recent Posts

Archive

Tags

Nenhum tag.

Junto à ISP, CSPB e NCST denunciam o Brasil na OIT por descumprimento da Convenção 151


Dirigentes da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil - CSPB e da Nova Central Sindical de Trabalhadores - NCST participaram, nesta quarta-feira (12), de reunião preparatória para análise e assinatura de denúncia protocolada na sede Organização Internacional do Trabalho - OIT em Brasília-DF, motivadas pelo descumprimento da Convenção 151, que trata da garantia do direito à negociação coletiva para o setor público. O conjunto de violações denunciadas no documento da Internacional dos Serviços Públicos - ISP, foi entregue durante reunião com o diretor da organização no Brasil, Martin Hahn. Além da ISP, federação sindical mundial que reúne mais de 20 milhões de trabalhadores no serviço público em 163 países, entre as centrais sindicais assinaram a NCST; a Central Única dos Trabalhadores (CUT); a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB); a União Geral dos Trabalhadores (UGT); a Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB); a Central Sindical e Popular (CSP-Conlutas) e a Força Sindical.

As entidades integrantes da ISP, somam esforços para construir uma agenda comum em defesa dos servidores públicos nas três esferas: Federal, Estadual e Municipal. Lideranças da CSPB e da NCST defenderam a união de todas as representações sindicais do setor público de maneira a fortalecer a disputa política em prol de uma lei nacional que regulamente a negociação coletiva dos servidores. As representações sindicais signatárias do documento denunciam o não cumprimento da Convenção 151 da OIT, ratificada pelo Brasil durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Tal acordo assegura os trabalhadores e trabalhadoras do serviço público brasileiro o direito a uma negociação coletiva justa. Fonte: Imprensa NCST com Secom/CSPB

 

Sind Serv Tatuí

Tel: 15 3205 2325

Rua Dr. Francisco de Camargo Penteado 210 - Jardim Lucila - Tatuí SP

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube

©2018 by Alexandre Machado.